Opiniao

Governo não aprende com empresários de sucesso

Carlos Slim, que segundo a Fortune acaba de ultrapassar Bill Gates com a maior fortuna do mundo, e que é de qualquer maneira há muitos anos m dos empreendedores de maior êxito financeiro do planeta, recomenda uma redução drástica dos horários de trabalho, para conjugar as novas tecnologias com o emprego, e deixar tempo disponível aos trabalhadores para a sua vida pessoal (familiar, social e cultural). Propôs ele agora concretamente 3 dias de trabalho por semana, com 11 horas ao dia, para cada trabalhador (horários semanais, portanto, de 33 horas). O que seguramente exigiria métodos de gestão eficazes, e coadunados.

Governo não aprende com empresários de sucesso

Já temos visto as maiores fortunas do mundo, há muito, defenderem a humanização do trabalho, impostos altos para os ricos (como forma de redistribuição), etc. Por cá, o nosso Governo, prossegue com a defesa do trabalho praticamente escravo, para concorrer directamente com o realmente escravo de outros pontos do mundo, e com o excesso de ajudas aos empresários (consta sermos por isso o Pais em que as empresas são mais descapitalizadas. O insucesso destas politicas está comprovado há séculos. Mas os membros deste Governo, distraídos e pouco cultos, não repararam.

Os comentários estão desactivados.