Economia

Morais Pires renuncia ao cargo de administrador não executivo da Portugal Telecom

O ex-administrador financeiro do BES Amílcar Morais Pires renunciou a mais um cargo que ocupava, desta vez ao de administrador não executivo da Portugal Telecom, segundo informação hoje comunicada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).


"Nos termos do artigo 248.º do Código dos Valores Mobiliários e da alínea a) do artigo 3.º do Regulamento da CMVM n.º 5/2008, a Portugal Telecom, SGPS S.A. (''PT'') anuncia que Amílcar Carlos Ferreira de Morais Pires renunciou ao respectivo cargo de membro não executivo do Conselho de Administração da PT", refere a nota enviada pela operadora ao regulador dos mercados financeiros. 

O ex-administrador financeiro do BES, tido como braço direito de Ricardo Salgado, tem vindo a sair dos vários cargos que desempenhava. 

Morais Pires chegou a ser apontado para substituir Salgado na presidência do BES, mas entretanto foi anunciado o nome do economista Vítor Bento para aquela função, que já ocupa o cargo desde há duas semanas, quando a administração liderada pelo líder histórico Ricardo Salgado, e da qual Morais Pires fazia parte, foi substituída pela gestão actual.

Na segunda-feira, foi conhecido que Morais Pires saiu do cargo de vogal do conselho de administração do BES Investimento (BESI) e, na terça-feira, renunciou a administrador não executivo da seguradora BES Vida.

Também na terça-feira foi conhecido que não existirão representantes do BES no conselho de administração da nova empresa resultante da fusão entre a Portugal Telecom e a Oi. Inicialmente, esses lugares eram para ser ocupados por José Maria Ricciardi e Amílcar Morais Pires.

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.