Economia

Mais 77% de clientes de gás natural em mercado livre

O número de clientes no mercado liberalizado de gás natural aumentou cerca de 77% no final de Junho deste ano face período homólogo, superando os 682 mil clientes, o que representa quase metade do universo total de clientes.

De acordo com o relatório da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), o consumo dos clientes no mercado liberalizado no final de Junho representava cerca de 95% do consumo global (mercado regulado e mercado liberalizado considerados conjuntamente) face a cerca de 92% do mês homólogo.

"O segundo trimestre de 2014 mantém a tendência de crescimento do número de clientes que optaram por ser fornecidos no mercado liberalizado. O crescimento médio mensal do número de clientes em mercado livre foi cerca de 4,9% desde Junho de 2013", segundo o regulador do mercado.

Entre Abril e Junho, registou-se um crescimento expressivo do número de clientes residenciais, tendo quase duplicado no último ano. Os segmentos de clientes industriais e de grandes clientes também cresceram, em cerca de 13% e de 9% em termos homólogos, respectivamente.

No segundo trimestre deste ano, a EDP reforçou a quota de mercado em número de clientes (com 48% em Junho), tendo sido a única empresa que apresentou um acréscimo de quota em termos de número de clientes. Em termos de consumo abastecido, a EDP manteve a terceira posição.

A Galp manteve a sua posição dominante em consumos (68% em Junho), tendo obtido um ganho de 2,6 pontos percentuais durante o segundo trimestre, e continuou a reduzir a sua quota em número de clientes (26%).

Na segunda posição, em termos de consumo, encontra-se a Gás Natural Fenosa, com 17% em Junho; e, em número de clientes, é a Goldenergy, com 26,1% em Junho.

Lusa/SOL