Vida

Demasiado bonita para jogar vólei no Cazaquistão

Ser-se bonita no Cazaquistão parece ser um problema, que o diga Sabina Altynbekova, jogadora da selecção de sub-19 de vólei.

Esta adolescente de 17 anos terá sido o foco de (toda a) atenção durante a participação da selecção cazaque no campeonato asiático da modalidade e desde então, que virou a nova ‘estrela’ no seu país de origem e um pouco por todo o mundo.

Quem não parece estar muito contente com este sucesso é o treinador. “É impossível trabalhar assim”, referiu Nurlan Sadikov ao site Tengri News. “O público comporta-se como se só houvesse uma jogadora no campeonato”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O sucesso foi tal ordem ‘estrondoso’ que a própria atleta já veio pedir que os seus fãs prestem mais atenção às suas qualidades desportivas do que à sua aparência.

Ainda assim, já circulam pelo YouTube vários vídeos Altynbekova. A sua página de fãs no Facebook tem mais de 147 mil likes e cerca de 49 mil seguidores no Instagram.