Economia

Oscares do Turismo são "importantes para reconhecimento internacional”

O Ministério da Economia considerou neste domingo que o turismo “é um grande campeão” da economia portuguesa, classificando a distinção sábado atribuída ao sector como “muito positiva e importante para o reconhecimento internacional”.


O Turismo de Portugal venceu os World Travel Awards 2014, também conhecidos como “Oscares do Turismo”, na categoria de melhor organismo oficial do turismo europeu, tendo a cerimónia de entrega dos prémios decorrido, no sábado à noite, em Atenas, na Grécia.

Além do Turismo de Portugal, foram também premiados a empresa Douro Azul, Lisboa (como destino de cruzeiros), Porto de Lisboa, TAP, os resorts Conrad Algarve, Choupana Hills Resort & Spa, na Madeira, Pestana Porto Santo, Vila Vita Parc, no Algarve, e Martinhal Beach Resort & Hotel, no Algarve, e os hotéis Bairro Alto Hotel, Lisboa, Pine Cliffs Residence, Albufeira, The Vine Hotel, Madeira e Vila Joya, Algarve.

Em comunicado, o Ministério da Economia congratula-se com a distinção atribuída ao Turismo de Portugal e considera “muito positiva e importante para o reconhecimento internacional do setor a conquista de outras 15 distinções atribuídas pela organização destes prémios”.

Para o ministro da Economia, António Pires de Lima, a distinção em 16 categorias na área do turismo significa que Portugal tem “uma estrutura pública de apoio eficaz e que está a fazer um reconhecido trabalho ao nível da promoção do destino” e possui “operadores e agentes económicos muito bons".

"Estamos, portanto, perante um sector que é um grande campeão da nossa economia e que, graças ao dinamismo do sector privado, em articulação virtuosa com o sector público, está a dar um contributo verdadeiramente inestimável para a recuperação económica de Portugal", acrescenta Pires de Lima, no comunicado enviado à agência Lusa pelo Ministério da Economia.

Também o secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, refere, na nota, que as “distinções devem ser lidas como mais um sinal a confirmar o mérito” do setor, cujo crescimento “não vem da sorte ou do acaso”.

“É o resultado de um esforço, público e privado, de requalificação do nosso destino e de actualização da nossa estratégia de promoção", acrescenta o secretário de Estado.

Mesquita Nunes aproveita para "deixar uma palavra de grande apreço e reconhecimento aos funcionários do Turismo de Portugal, e à sua Administração, sem a qual não teria sido possível alterar, de forma tão bem sucedida, o (…) modelo de promoção e a definição do papel do Estado no sector”.

Na nota, o Ministério da Economia recorda os dados do Instituto Nacional de Estatística, avançando que o turismo, em 2014, regista um crescimento acumulado face ao homólogo de 2013 de 12,3 por cento no número de hóspedes e de 12,9 por cento nos proveitos totais.

A eleição, que distingue o Turismo de Portugal de entre os restantes dez nomeados à categoria de melhor organismo oficial de turismo europeu, surge como resultado de uma votação em que participaram milhares de profissionais do sector, oriundos de todos os países do mundo.

Os World Travel Awards começaram a ser atribuídos em 1993, reconhecendo o trabalho desenvolvido na área da indústria turística a nível global, de modo a estimular a competitividade e a qualidade do Turismo.
 

SOL/Lusa

Os comentários estão desactivados.