Tecnologia

Ex-aluna da UMinho lança site que aproxima pessoas com a mesma doença

Rita Vilaça, ex-aluna de Bioinformática da Universidade do Minho, lançou um site que pretende colocar em contacto pessoas com a mesma doença. 

A plataforma, gratuita, chama-se “Adoeci – Partilhar é o Melhor Remédio” e conta com meio milhar de utilizadores de todo o país e do exterior. O site é adoeci.com.

Permitir que os doentes expressem o que sentem e partilhem experiências uns com os outros é um dos principais objetivos desta ferramenta. “Por vezes é mais fácil desabafar com alguém que esteja a passar por uma situação semelhante.

Creio que em comunidade se ganham mais forças para lidar não apenas com a doença, mas também para obter um maior reconhecimento da mesma. Um profissional de saúde nem sempre entende o que o doente está a viver, principalmente em condições menos compreendidas”, destaca Rita Vilaça, promotora do projeto.

O “Adoeci” funciona como “uma espécie de fórum” de simples utilização. Os interessados devem proceder ao registo em www.adoeci.com e aderir aos grupos dedicados às várias patologias. Podem, ainda, interagir com outros doentes de forma “pública” ou através de mensagens privadas, além de registar consultas e exames médicos, medicação que estejam a tomar, estado de humor, peso, entre outros dados. Os familiares que queiram conhecer mais sobre determinada patologia, perceber o que esperar da evolução da mesma ou interagir com utilizadores com o mesmo historial também são bem-vindos. “O site ajuda a superar a dor e lidar melhor com a doença”, acrescenta a jovem bracarense de 25 anos.
 
A plataforma está online há seis meses e conta com cerca de 500 utilizadores residentes em Portugal e no Brasil. “Tenho recebido inúmeras mensagens a valorizar o projeto por este criar uma oportunidade de encontrar uma rede social de apoio, ajudando a que as pessoas não se sintam sozinhas e únicas no que estão viver. É bom sentir que elas acarinham de alguma forma a ideia. Além disso, é um espaço em português. Se tudo correr bem, gostaria de obter dados estatísticos sobre as diferentes patologias de forma a serem utilizados em futuras investigações médicas”, sublinha Rita Vilaça.
 
O “Adoeci” já tem parcerias com oito entidades: Associação para o Estudo da Diabetes Mellitus e Apoio ao Diabete do Algarve; Associação Portuguesa da Doença Inflamatória  do Intestino, Colite Ulcerosa e Doença do Crohn; Associação dos Hemofílicos do Estado de Santa Catarina (Brasil); Associação de Doentes com Lúpus; Associação Portuguesa de Celíacos; Associação Portuguesa de Reabilitação de Insuficientes Renais; Associação Portuguesa de Doentes da Próstata e Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil.