Sociedade

Homem condenado a cinco anos de prisão por burlar Herman José

Manuel Fernandes Henriques foi ontem condenado a cinco anos de prisão, com pena suspensa, por burlar Herman José, avança o Correio da Manhã (CM).


O humorista terá apresentado queixa contra este homem, de 51 anos, em Fevereiro deste ano. Manuel Fernandes Henriques trabalhou com Herman, como coordenador administrativo na empresa Hermanias, entre 1997 e 2005. De acordo com o CM, o apresentador terá sido burlado no valor de 1,2 milhões de euros.

O tribunal deu como provado que Manuel Henriques se terá aproveitado da relação de confiança que mantinha com Herman para adquirir artigos de luxo, nomeadamente um BMW, comprado em nome da empresa do apresentador. 

O CM diz que o arguido terá gasto 18 mil euros em combustível, pagos através de um cartão da mesma empresa, e terá também realizado transferências bancárias, usando facturas em seu nome e da mulher, que foi absolvida.

Herman José não compareceu à leitura do acórdão.