Internacional

Julian Assange vai sair da embaixada do Equador

O fundador do Wikileaks anunciou esta segunda-feira que irá abandonar “em breve” a embaixada do Equador, em Londres.


Numa conferência de imprensa que decorreu esta manhã juntamente com o Ministro dos Negócios Estrangeiros equatoriano Ricardo Patiño, Julian Assange não revelou quando sairá do edifício onde esteve mais de dois anos nem os motivos que o levaram a tomar esta decisão. Apenas referiu que a sua saúde se deteriorou durante o tempo que esteve na embaixada.

O australiano refugiou-se na embaixada equatoriana em 2012 para não ser extraditado para a Suécia, onde é acusado de abuso sexual. O Equador concedeu-lhe o estatuto de refugiado mas a polícia britânica tem-no impedido de sair da embaixada.