Sociedade

Incêndio na Guarda activo há mais de 12 horas

A Autoridade de Protecção Civil accionou, às 08h00, um helicóptero para combater o incêndio em Almofala, na Guarda, que lavra há 12 horas e que, apesar de só ter uma frente, é de difícil acesso.


O helicóptero bombardeiro foi accionado para combater o fogo numa zona de escarpa, onde o acesso por via terrestre é difícil, disse o comandante distrital operacional da Guarda, António Fonseca, garantindo, no entanto, que a situação é favorável.

"A situação está a decorrer favoravelmente. Há uma frente de pequena actividade numa zona rochosa, de escarpa, na margem esquerda do rio Águeda que faz fronteira com Espanha", explicou.

De acordo com o responsável, a única frente activa "não oferece qualquer perigo", frisando que o resto da situação está "dominada" e a ser "vigiada", não podendo ainda precisar qual a área ardida até ao momento.

O incêndio, que teve início numa zona de mato cerca das 21h00 de segunda-feira, tinha duas frentes activas pelas 21h35, subindo para três pelas 04h15, mas às 07h05 já só lavrava em uma frente.

De acordo com o mesmo responsável, o combate ao fogo está a ser feito por 75 homens, auxiliados por 25 veículos.

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.