Internacional

Criança de nove anos mata instrutor de tiro com metralhadora

Uma menina de nove anos matou acidentalmente, esta segunda-feira, o instrutor de tiro com uma arma automática Uzi, no estado norte-americano do Arizona.

Charles Vacca, de 39 anos, estava junto à criança no campo de tiro quando a menor realizava um disparo. Com o coice da arma, a menina perdeu o controlo e acabou por atingir o instrutor. Atingido na cabeça, não resisitiu aos ferimentos, acabando por falecer a caminho do hospital.

Não se conhece a identidade da menina, que estava no campo de tiro com os pais. Também se desconhece se existe uma idade mínima para se frequentar o espaço ou se a menor estava a ter aulas de segurança.

“Não se pode dar uma Uzi a uma criança de 9 anos e estar à espera que ela a controle”, afirmou o especialista em armas Ronald Scott.

Este não é o primeiro acidente que envolve uma criança e uma Uzi. Segundo a CNN, em 2008, um rapaz de oito anos faleceu depois de disparar a metralhadora sobre si mesmo numa exposição de armas.