Internacional

Família condenada por cegar criança em ritual satânico

Uma família mexicana foi condenada a 30 anos de prisão por terem arrancado os olhos de uma criança de cinco anos com uma colher, num ritual satânico.

Segundo o Daily Mail, em 2012, a mãe, os avós, os tios e a tia de Fernando Caleb Alvarado Rios estavam a “dançar em roda e a chamar o Diabo” durante um ritual, em casa, quando a mãe, Maria del Carmen Garcia Rios, ordenou ao filho que fechasse os olhos por respeito à família.

Quando o menino se recusou, a mãe pegou numa colher e retirou os olhos ao filho.

Os vizinhos ouviram os gritos da criança e chamaram a polícia. Ao entrarem na casa, as autoridades encontraram o menino na cozinha e duas mulheres cobertas de sangue.

Dois anos depois do crime, um tribunal mexicano condenou cada um dos envolvidos a 30 anos de prisão. Hoje em dia, com sete anos, Fernando Rios foi institucionalizado e colocaram-lhe olhos de vidro.