Desporto

“Os seleccionadores são torturados, ofendidos e humilhados”

Paulo Bento foi sucessor de Carlos Queiroz na selecção nacional. Agora estão os dois fora da equipa técnica de Portugal. No dia da saída de Bento, Queiroz veio a público dizer que os seleccionadores nacionais são “torturados, ofendidos e humilhados”.


Ainda antes do anúncio da Federação sobre a rescisão com Bento, Carlos Queiroz disse à Rádio Renascença que em Portugal, desde que é profissional, vários seleccionadores, entre eles Paulo Bento, foram “torturados, ofendidos e humilhados de uma forma injusta, incorrecta, inaceitável, pelo julgamento mediático e consequentemente pelo julgamento popular”.

Queiroz lembrou o seu caso, semelhante ao de Bento. Foram ambos vítimas, ambos portugueses que treinaram a selecção. “Saíram todos pela porta baixa e quase sem futuro no futebol”.

Sobre o seu futuro, Queiroz confirmou esta quinta-feira a renovação do seu contrato com a selecção do Irão até ao final do Campeonato do Mundo de 2018, que vai ser disputado na Rússia.

SOL