Internacional

Talibãs que atacaram Malala foram presos

O exército do Paquistão informou esta sexta-feira que prenderam os militantes Talibãs responsáveis por atirar em Malala Yousafzai, a jovem que foi baleada por defender que as raparigas também têm direito à educação, um princípio negado por este grupo fundamentalista islâmico, explica a agência Reuters.

Talibãs que atacaram Malala foram presos

Os Talibãs assumiram a responsabilidade pelo ataque, perpetrado em 2012, mas ainda ninguém tinha sido preso. 
De acordo com o porta-voz do Exército, as autoridades identificaram e prenderam 10 pessoas que estiveram envolvidas neste ataque.

Malala sobreviveu e é hoje em dia vista como um símbolo da luta pelos direitos humanos. A jovem, agora com 17 anos, chegou mesmo a ser nomeada para o Nobel da Paz. Vive actualmente no Reino Unido e não pode regressar à sua terra natal, uma vez que é alvo de ameaças por parte dos Taliban. 

SOL

 

Os comentários estão desactivados.