Politica

CDS reúne ministros em escola de quadros

Pela primeira vez o CDS aposta numa escola de formação de jovens quadros para marcar a rentrée do partido. A iniciativa arrancou ontem em Peniche e vai contar com a participação de todos os ministros do CDS. O momento alto será o encerramento com o discurso a cargo do líder do partido e vice-primeiro-ministro, Paulo Portas.


Aguarda-se com expectativa as pistas e recados que os ministros centristas aproveitarão para  deixar na suas intervenções, nomeadamente em relação a algumas das áreas que são mais caras ao partido, como as das políticas sociais e demografia, a economia e os impostos, o mar e também sobre questões ligadas à Constituição.

Ontem, o vice-presidente e eurodeputado Nuno Melo já deixou uma mensagem bem clara sobre a posição do partido para o novo ciclo que se avizinha: “Não será aceitável que Portugal viva nessa excepção permanente e é por isso que também entendo, entendemos no CDS, que o CDS terá, neste próximo ciclo, pelo menos neste termo de legislatura e no próximo ano, que trabalhar legitimamente no sentido de afirmar mais as nossas políticas, aquilo que somos e em que acreditamos", afirmou.

No CDS não se abre, para já, o jogo sobre a renovação, ou não, da coligação com o PSD para concorrer às eleições legislativas no próximo ano. Mas o tema também será abordado e já esta noite (a escola Ideias com Futuro arrancou ontem e termina no domingo) num debate que terá o social democrata Marcelo Rebelo de Sousa e o socialista Jaime Gama como protagonistas. O mote é “O CDS no sistema de alianças partidárias em Portugal” e caberá a  Telmo Correia moderar o debate. Desta forma, os centristas põem figuras de destaque de outros partidos a falar sobre um assunto que vão adiando.

Além dos ministros do CDS, Assunção Cristas, António Pires de Lima e Luís Pedro Mota Soares, participam ainda neste ciclo de conferências e debates, que  também serve para assinalar os 40 anos de formação do partido, Marcelo Rebelo de Sousa, Adriano Moreira, Jaime Nogueira Pinto, António Lobo Xavier, Jaime Gama e Miguel Esteves Cardoso, entre outros.

sofia.rainho@sol.pt