Politica

Uma campanha em 35 frases

Frases dos dois candidatos na campanha para as eleições primárias do PS de 28 de Setembro:

"O PS ganhou, todos socialistas devem estar alegres com esta vitória [nas eleições europeias], mas preocupados com o que é necessário fazer para que a próxima vitória não saiba a pouco."

António Costa, presidente da Câmara de Lisboa

SIC Notícias, 25-05-2014

"Estou disponível [para ser candidato à liderança do PS], não quero que haja qualquer tabu, qualquer equívoco, eu estou disponível para assumir as minhas responsabilidades."

António Costa

27-05-2014

"[Vive-se] uma situação única no PS e na democracia portuguesa: a contestação a um líder que ganhou duas eleições e que está legitimado democraticamente."

António José Seguro, secretário-geral do PS 

30-05-2014

"Candidato-me [a secretário-geral do PS] por imperativo de consciência, perante o meu partido e perante o país."

António Costa

06-06-2014

"Leio, indignado, as sondagens do Expresso e do jornal i que dão uma queda brutal ao PS. Este é o resultado da irresponsabilidade do António Costa."

António José Seguro

07-06-2014

"[Os portugueses] têm dito ao PS: estamos à vossa espera. Despachem-se, aviem-se, dêem-nos um suplemento de confiança, dêem-nos uma energia motivadora, dêem-nos a capacidade agregadora para formar uma alternativa de Governo. Mas despachem-se. Não continuem parados."

António Costa

13-06-2014

"Agora quando não estava aberta nenhuma disputa interna, agora que já é apetecível o poder, agora que o PS tem quase a certeza absoluta que ganhava as eleições, agora é que há disponibilidade [de António Costa]."

António José Seguro

14-06-2014

"Só faz sentido ambicionar a conquista do poder se tivermos um projecto, um sentido e um programa para o país. Quem se conforma com uma vitória pequenina é porque já se conformou em que não vai fazer a diferença e não vai fazer a mudança que os portugueses querem."

António Costa

18-06-2014

"Esta crise não foi criada por mim, foi criada pelo António Costa e eu resolvi o problema através da marcação de eleições primárias abertas, que estão marcadas para o dia 28 de Setembro."

António José Seguro

20-06-2014

"Eu tenho uma opção diferente daquela que tem sido seguida pelo António José Seguro, que é falar sobre o país, falar sobre política e não me dedicar a ataques pessoais ou a responder a ataques pessoais ou a minudências estatutárias."

António Costa

22-06-2014

"Enquanto estivermos a pensar como a direita, não nos livramos de governar como a direita."

António Costa

25-07-2014

"O PS associado aos negócios e interesses é apoiante de António Costa."

António José Seguro

Sábado, 31-07-2014

"Só tem medo de compromissos quem não se sente seguro com a sua identidade. Não há razão para excluir os partidos que, no parlamento, que se sentam à esquerda do PS."

António Costa

12-08-2014

"Não estou em condições de garantir que poderei baixar os impostos."

António José Seguro

Diário Económico, 27-08-2014

"Quando o Governo, no Orçamento de 2012, disse que queria ir além da troika e que queria fazer um orçamento para além daquilo que era a exigência da troika, o Partido Socialista não fez aquilo que devia ter feito, que era um claro voto contra."

António Costa

03-09-2014

"[António Costa] é uma desilusão para todos aqueles que, no início, julgavam que vinha aí um salvador, um D. Sebastião. O mito caiu."

António José Seguro

Expresso, 06-09-2014

"Não estou em condições de prometer uma redução da carga fiscal."

António Costa

TVI, 09-09-2014

"Não aumentarei a carga fiscal. Assumo que me demitirei se não houver alternativa."

António José Seguro

TVI, 09-09-2014

"Viste o que conseguiste? A semana a seguir às eleições europeias foi um passeio para o PSD e CDS."

António José Seguro para António Costa 

TVI, 09-09-2014

"Pelos seus envolvimentos económicos e alegados envolvimentos políticos, [a polémica do BES] é um caso do regime. E nós precisamos de salvar o regime."

António José Seguro

12-09-2014

"Estamos de novo numa enorme incerteza do que vai acontecer ao Novo Banco, ao impacto que vai ter nos outros bancos e, sobretudo, ao impacto que vai ter na economia real e no financiamento às empresas no conjunto do país."

António Costa

14-09-2014

"[Pretendo] garantir aos portugueses a escolha do seu deputado, reduzir o número de deputados para 181, com garantia do respeito do imperativo constitucional da proporcionalidade e representação de todo o território nacional."

António José Seguro

16-09-2014

"Pode ser muito popular, mas eu sou contra. Afecta muito a proporcionalidade e é uma declaração de guerra aos partidos à nossa esquerda e um favor ao PSD, porque desvaloriza claramente o CDS-PP."

António Costa

16-09-2014

"Existe na sociedade portuguesa um partido invisível, e esse é que tem o verdadeiro poder."

António José Seguro

CMTV, 20-09-2014

"Creio que António José Seguro tem optado por uma estratégia diferente porque no fundo, no fundo, já se convenceu que, como não vai ser secretário-geral, não tem que assegurar a unidade."

António Costa

20-09-2014

"Ele [António José Seguro] sabe seguramente do que fala. (...) Quem partilha consultores e colaboradores com Luís Filipe Menezes sabe bem o que é esse bloco central do 'basfond' que existe em certos domínios da vida portuguesa,"

António Costa

CMTV, 21-09-2014

"Trata-se de uma falsidade, de um ataque de baixo nível e rasteiro, próprio de quem está em desespero."

António José Seguro

21-09-2014

"Estão aqui mais de mil respostas ao nosso adversário, que já fala em vitória antes do tempo, que já se via à janela de São Bento a olhar para Belém, mas com um pé na Câmara de Lisboa e outro no Largo do Rato."

António José Seguro

22-09-2014

"Quem não percebe a natureza própria do PS, quem não é capaz de assumir a história em toda a sua integralidade, não está em condições para liderar o partido."

António Costa

22-09-2014

"Se não tiver maioria não farei birra, não me irei embora, nem contribuirei para a ingovernabilidade."

António Costa

Jornal de Notícias, 23-09-2014

"Há três anos dizias que o partido precisava de um líder a tempo inteiro e a Câmara de Lisboa a tempo inteiro. Bem prega Frei Tomás."

António José Seguro

RTP, 23-09-2014

"Tu deves estar desde pequeno a sonhar em ser primeiro-ministro. Nessa altura, há três anos, a Câmara de Lisboa estava numa situação difícil e havia dois bons candidatos, um com o meu apoio, [Francisco] Assis."

António Costa

RTP, 23-09-2014

"Há um partido invisível de poderes fácticos [e] as pessoas que estão associadas a esses interesses apoiam António Costa."

António José Seguro

RTP, 23-09-2014

"Tu tratas como traidores e inimigos os teus camaradas e não foste capaz de fazer frente ao Governo. O que acabas de fazer aqui é uma coisa muito feia, querendo-me atacar a mim em função do que fazem os meus apoiantes, ainda por cima 'ad hominem'."

António Costa

RTP, 23-09-2014

"Não recebo nenhuma lição de moral tua."

António José Seguro

RTP, 23-09-2014

Lusa/SOL