Politica

Carlos Moedas apresenta a sua história europeia

Carlos Moedas enfrenta hoje o teste para entrar na Comissão Europeia. O indigitado comissário europeu estará toda a manhã a responder às perguntas dos deputados. Moedas, que começou por falar em Português, discursou em Inglês e Francês, usando a sua história pessoal para demonstrar a importância da Europa para quem nasceu no Sul de Portugal, "onde a maioria das famílias passavam por dificuldades consideráveis".

 

"A minha história é uma história europeia", frisou Carlos Moedas, lembrando que esteve no lote dos primeiros jovens europeus que beneficiaram do programa Erasmus e descrevendo um percurso pessoal e profissional que passou por França, Estados Unidos e Londres.

Moedas também elencou as prioridades para o seu mandato, com a captação de talento global na área da Investigação e Inovação à cabeça.

Gastar da forma mais eficiente os cerca de 80 mil milhões de euros que a pasta da Ciência terá à sua disposição, aplicando da melhor forma os fundos do Programa 2020, foi a segunda prioridade apontada por Moedas perante a Comissão Europeia.

A terceira prioridade definida pelo comissário português passa por "defender o valor da excelência na ciência e na investigação". 

"O meu objectivo será: cumprir, cumprir, cumprir", afiançou aos deputados, prometendo colocar toda a sua "energia e capacidades" ao serviço da investigação, ciência e inovação "como um pilar do crescimento sustentável na Europa".

 margarida.davim@sol.pt