Sociedade

Morreu Alpoim Calvão

Aos 77 anos, morreu esta terça-feira Alpoim Calvão. Tornou-se célebre após a ocupação de Conacri, a capital da República da Guiné (ou Guiné-Conacri), em 1970, depois de ter liderado uma controversa operação da guerra colonial que visou fazer baixas no inimigo, nomeadamente eliminar o Presidente daquele Estado, e libertar prisioneiros portugueses. 


Os portugueses foram libertados, o Presidente não foi encontrado e o saldo da ‘Operação Mar Verde’ foram centenas de guineenses mortos.

Guilherme Almor de Alpoim Calvão nasceu em Chaves mas viveu até aos 15 anos em Moçambique. Estudou na Escola Naval e em 1964 foi colocado na Guiné (Bissau), como comandante de um destacamento de fuzileiros.

De regresso a Portugal, foi comandante da Polícia Marítima e negociou em armamento. Exilou-se em em Espanha após o 25 de Abril de 1974, tendo depois seguido para o Brasil. 

Regressou a Portugal em 1978 e recentemente ocupava-se de negócios na Guiné Bissau.

Os comentários estão desactivados.