Cultura

Arqueólogos descobrem masmorra de 'Drácula'

Um grupo de arqueólogos afirma ter encontrado a masmorra onde esteve preso Vlad, o Empalador, o homem que inspirou Bram Stoker a criar a personagem Drácula, lê-se na revista Time.

A gruta, localizada na Turquia, foi descoberta durante um projecto de restruturação daquela área, onde se encontra o Castelo de Tokat, local onde os otomanos prendiam os seus maiores inimigos.

A equipa descobriu um túnel que levava a duas masmorras. Uma delas seria onde Drácula estava encarcerado, após ter sido capturado pelos otomanos. 

Vlad III, nascido em 1436, era príncipe da Valáquia, uma província histórica da Roménia, situada a norte do rio Danúbio. Ficou conhecido pelas suas lutas pela independência contra o Império Otomano e ganhou o cognome de o Empalador pelas torturas a que submetia os seus inimigos. 

O ‘terror’ que espalhava por aquela região e a maldade com que lidava com os que se lhe opunham inspiraram o escritor irlandês Bram Stoker a criar o Conde Drácula, uma das personagens mais conhecidas da literatura clássica. O romance foi lançado em 1837 e desde então têm sido feitas várias obras inspiradas neste vampiro da Transilvânia (que hoje em dia equivale à zona centro-ocidental da Roménia). 

joana.alves@sol.pt