Cultura

Marta Gautier sai da Barca do inferno

A psicóloga Marta Gautier decidiu abandonar o Barca do Inferno logo após a primeira emissão do novo programa da RTP Informação, que inclui ainda Manuela Moura Guedes, a deputada socialista Isabel Moreira e a historiadora Raquel Varela, tendo o humorista Nilton como moderador.

A decisão foi comunicada na quarta-feira ao director de informação da RTP, José Manuel Portugal, dois dias após a transmissão do novo programa de debate que gerou vários comentários negativos nas redes sociais à prestação da psicóloga e actriz. E comentários negativos ao evidente desacerto entre o registo da autora da peça Vamos Lá Entender as Mulheres Mas Só Um Bocadinho e as colegas de debate – oscilando o programa entre uma tentativa de seriedade e a leveza que Marta insistia em dar aos seus comentários. A realização não poupou inclusivamente as expressões de incredulidade de Isabel Moreia, Raquel Varela e Moura Guedes.

Embora reconheça a falta de ‘química’ entre a psicóloga e as restante colegas de bancada, José Manuel Portugal lamenta a sua saída abrupta: “É uma mulher inteligente e acho que iria ser capaz de encontrar o registo certo e dar um bom contributo ao programa. Mas a Marta não quis dar tempo”. Para já,  não será substituída e o painel ficará com três comentadoras.

‘O que é isto?’

A saída vem pôr fim à dificuldade evidente com que as colegas comentadoras estavam a lidar com a confessa falta de atenção à actualidade noticiosa por parte da psicóloga.

Segundo o SOL apurou, no encontro para a preparação para o primeiro programa, em que foram escolhidos os temas para o debate, foi logo notório que Marta – que se divide entre as consultas de psicologia e a escrita – não está muito atenta aos noticiários nem lê jornais com regularidade. Mesmo assim o registo foi desacertado, num programa que José Manuel Portugal define como “de debate sério e sobre a actualidade embora de forma descontraída”. É este o conceito do programa. No entanto, durante a emissão – que foi tensa, segundo uma das participantes – surgiu muitas vezes a pergunta: “Mas o que é isto?”.

Nova RTP Informação

Com a expectativa do regresso de Manuela Moura Guedes a um formato de informação, o programa teve audiências superiores às  médias do canal. A primeira Barca do Inferno registou 0,4 % de audiência, o equivalente a 35 mil espectadores.

E foi também o programa que chamou a atenção para a mudança total que a RTPInformação sofreu ao longo da semana: “É uma nova RTP Informação e pensamos que fazemos um melhor serviço público”. A actual grelha tem noticiários a cada meia hora e conta com programas específicos de várias áreas, feitos por jornalistas da casa. “Há muitos programas que tocam a vida dos portugueses: a cultura, a ciência, a justiça e a saúde”. É uma mudança de paradigma que, segundo o director de informação da RTP, está ainda em fase de afinação “e que terá bons resultados a breve prazo”.

telma.miguel@sol.pt