Vida

Jamie Oliver contrata pedófilo para o seu restaurante

Um jovem condenado por pedofilia é uma das mais recentes contratações de Jamie Oliver para o seu restaurante londrino 'Fifteen'.


Segundo o jornal britânico Daily Mail, David Mason, hoje com 24 anos de Feltham (Surrey), violou uma menina de 12, quando tinha 19 anos.

Foi condenado por um tribunal inglês, em 2010, a quatro anos de prisão - o juiz afirmou que David tinha plena consciência de que estava a fazer algo de errado. Esteve dois anos num centro para jovens deliquentes e dois anos em liberdade condicional. Este ano, teve a oportunidade da sua vida: entrou no programa para jovens aspirantes a chef no restaurante de Jamie Oliver.

Já está há seis semanas no curso que tem a duração de um ano. “Ele foi totalmente honesto quanto ao seu passado quando se candidatou ao curso e nós decidimos que, uma vez que já tinha cumprido a sua pena, tinha direito a um lugar no programa”, afirmou o conhecido chef ao jornal Daily Mail. "Candidatou-se, nós avaliámos se ele se adequava ou não ao programa e decidimos que merecia uma oportunidade e até ao momento, está a correr tudo bem".

Desde 2002 que Jamie Oliver acolhe jovens ingleses problemáticos num curso de chef no restaurante 'Fifteen' e dá-lhes ‘uma segunda oportunidade’. Têm todos de passar por uma selecção rigorosa e quando são escolhidos, vão à universidade uma vez por semana e trabalham o resto do tempo no restaurante. Recebem um ordenado de 130 libras por semana (cerca de 160 euros), têm quatro semanas de férias pagas e os custos de viagens também estão incluídos.

Os comentários estão desactivados.