Sociedade

Secretário de Estado de Turismo lamenta polémica sobre Cristiano Ronaldo

O secretário de Estado do Turismo, Mesquita Nunes, lamentou hoje a polémica gerada à volta da recente contratação pelo Governo, de Cristiano Ronaldo, por 150 mil euros, para promover a imagem de Portugal.

Mesquita Nunes criticou o facto de “a contratação de Cristiano Ronaldo ter sido motivo de abertura de telejornais”, salientando que “essas reacções representam uma maneira antiga de ver a promoção turística”.

Segundo o governante, “é um bocado frustrante, depois de dois anos de promoção do destino Portugal mo estrangeiro, constatar que a contratação de Cristiano Ronaldo tenha sido encarada como foi por alguns sectores”.

Mesquita Nunes destacou “a importância de Cristiano Ronaldo junto do mercado chinês em particular e do mercado asiático em geral, onde goza de uma grande popularidade”.

O secretário de Estado do Turismo falava na abertura solene do 26º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, que está a decorrer desde esta manhã em Braga, prologando-se até amanhã no Hotel Meliá.

Um dos críticos do modo de contratação de Cristiano Ronaldo pelo Governo Português foi o professor Marcelo Rebelo de Sousa, que na sua intervenção habitual da TVI disse que “150 mil euros são trocos para o Cristiano e se tivessem falado melhor com ele, se lhe fosse dito que seria para promover o seu país, não precisaria receber 150 mil euros”.