Desporto

FC Porto em falência técnica com prejuízo recorde de 40 milhões de euros

A SAD dos ‘dragões’ para o futebol teve um resultado líquido negativo de 40,7 milhões de euros na temporada de 2013/14 e entrou em situação de falência técnica. O mesmo é dizer que o passivo supera neste momento o valor dos activos, no caso em cerca de 28 milhões de euros. A situação será resolvida com um aumento de capital da SAD já aprovado. 

Os dados constam do relatório e contas oficial enviado hoje à CMVM. Depois de um lucro de 20 milhões de euros no exercício anterior, o FC Porto justifica o prejuízo recorde (o anterior máximo datava de 2011/12 e ficava-se pelos 35,7 milhões) com a diminuição das receitas provenientes da venda de jogadores e com o facto de não ter alcançado o acesso directo à Liga dos Campeões.

No primeiro argumento, há a considerar um decréscimo superior a 50 milhões de euros (de 76 milhões encaixados com transacções de jogadores, o clube passou para 24 milhões em 2013/14), mas com atenuantes. Depois do fecho do exercício, em 30 de Junho passado, o FC Porto recebeu cerca de 25 milhões pela percentagem que detinha dos passes de Mangala e Defour, verba que só será contabilizada no final desta temporada. No entanto, também foram feitas contratações avultadas que só entram nas próximas contas, como as de Adrián López (11 milhões de euros) ou Bruno Martins Indi (8).

Em relação à Liga dos Campeões, estão em causa 8,6 milhões de euros. Esta é a verba que os clubes recebem por chegar à fase de grupos e, uma vez que os ‘dragões’ tiveram de disputar o playoff para se qualificarem, só ficou garantida mais tarde e por isso não entrou relatório e contas hoje apresentado. Será contabilizada no próximo.

Refira-se ainda que o FC Porto reduziu a despesa com o pessoal em cerca de 10% (5 milhões de euros) e encontra-se dentro das directrizes do fair-play financeiro da UEFA quanto à recomendação de manter os salários num nível inferior a 70% das receitas totais. O clube da Invicta fica-se nos 67% neste ponto.

rui.antunes@sol.pt