Desporto

Schumacher pode recuperar em três anos

O médico francês que tratou Michael Schumacher logo após o acidente afirmou, esta quinta-feira, que o piloto de Fórmula 1 pode recuperar num período de três anos.

Jean-François Payen foi o especialista que cuidou de Schumacher enquanto este esteve em coma induzido, durante seis meses no Hospital de Grenoble após ter caído e batido com a cabeça numa pista de ski, em Dezembro de 2013, em Meribel (França).

Depois de o visitar em sua casa, na Suíça, o médico disse o piloto alemão já não está em coma e que, aos poucos, está a ficar melhor. “A vida depois de uma lesão na cabeça é feita de etapas”, referiu Payen à estação de rádio RTL, citado pelo Daily Mail, acrescentando que o período de convalescença poderá durar entre um a três anos. “É o que esperamos mas temos de lhe dar tempo”

Ainda no início do mês, o filho de Schumacher veio a público dizer que o pai “estava a acordar aos poucos”.

O heptacampeão da Fórmula 1 está há dois meses em casa, com a mulher e filhos, depois de ter tido alta de um centro de reabilitação em Lausanne (Suíça). Está a ser tratado por uma equipa de 15 especialistas – com um custo de cerca de 100 mil dólares mensais - e, apesar de serem poucas as informações sobre o seu estado de saúde, sabe-se que Schumacher mantém-se imóvel e sem conseguir falar.

SOL