Opiniao

Passos admira acção de Nuno Crato

Passos Coelho afirmou ter recusado a demissão apresentada por Nuno Crato (afinal, este teve um vislumbre passageiro de bom senso), e até elogiou a ‘sua determinação’. Pessoalmente, sem querer estigmatizar ninguém, tenho sempre suspeitas da possibilidade de radicalismo de um ex-extrema esquerda, e ele foi da UDP (o mais normal é passar a extrema-direita ou reaccionário). E, como diz João Pereira Coutinho no seu ensaio sobre o conservadorismo, a maior caricatura do conservador, tão prejudicial como o revolucionário, é o reaccionário.


Mas ficamos a saber, cada vez com menos dúvidas, o tipo de acção governamental que Passos Coelho admira: na Educação, é o caos completo, de preferência atingindo alunos e professores, todos à uma.

Os comentários estão desactivados.