Vida

Ninguém percebeu que era um 'pinguim robô'... nem mesmo os verdadeiros

Um grupo de Cientistas europeus – em conjunto com uma produtora britânica de filmes sobre a vida selvagem – desenvolveu um robô com a forma de um pinguim, com o objectivo de estudar as colónias existentes na Ilha Adélie, na Antárctida.


O resultado é surpreendente: Os verdadeiros pinguins mostraram-se confusos e não conseguiram perceber se o novo membro do clã era falso ou não. Um dos animais adultos acabou mesmo por ‘adoptar’ o robô e responder aos sons que este emitia.

Mas será que não conseguiam perceber pelo cheiro que não se tratava de um animal verdadeiro? Yvon Le Maho, o chefe da investigação em curso, explicou à cadeia televisiva norte-americana CNN que os pinguins reagem mais pela audição do que propriamente pelo olfacto.

“Estes animais reagem melhor a máquinas do que a humanos”, acrescenta o cientista.

O melhor mesmo é assistir à reportagem da CNN e ver a reacção dos pinguins.