Internacional

Europol e FBI desferem golpe em vários sites da Dark Web

As polícias norte-americana e europeia anunciaram hoje o resultado de uma grande operação que levou a detenções de responsáveis e ao fechamento de alguns sites da chamada Dark Web. Esta ‘internet negra’ é uma espécie de net paralela onde se transacciona droga, armas, se faz lavagem de dinheiro e onde se alojam domínios dedicados à pedofilia e à pornografia infantil. 


Sem nunca revelarem como quebraram as defesas informáticas do software Tor – utilizado pela maior parte destes sites – as autoridades divulgaram em comunicado que prenderam esta semana 17 pessoas em outros tantos países e encerraram vários domínios, entre os quais os mercados virtuais de droga associados a sites como o Silk Road 2, o Cloud 9 e o Hydra. Além da droga, a Europol e o FBI centraram-se nos domínios dedicados ao contrabando, como o Pandora, o Blue Sky, o Topix ou o Flugsvamp, entre outros. 

A lavagem de dinheiro online também não escapou às divisões de crimes informáticos das duas polícias. As ‘lavandarias’ virtuais visadas têm nomes que não enganam: Cash Machine, Cash Flow ou Fast Cash (algo como ‘máquina’, ‘fluxo’ de dinheiro e ‘dinheiro rápido’). Os agentes ainda apreenderam aos suspeitos detidos mais de 800 mil euros em bitcoins (moeda virtual) e 200 mil euros em dinheiro, além dos computadores, droga, ouro, prata e até armas. Os sites ‘silenciados’ – 414 ao todo – pertenciam ao domínio ‘.onion’ e utilizavam o software Tor, um recurso que serve para esconder a sua localização física, mas que acabou por ser desbravado pela Europol e pelo FBI.

ricardo.nabais@sol.pt