Sociedade

Portugueses enviaram menos 1,1 mil milhões de SMS em 2013

O crescimento do tráfego de mensagens escritas, conhecidas por SMS, foi interrompido em 2013, tendo sido enviadas menos 1,1 mil milhões de mensagens do que ano anterior, uma quebra de 3,9% segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

As Estatísticas de Transportes e Comunicações 2013, hoje divulgadas, revelam, por outro lado, que o tráfego de voz com origem na rede móvel recuperou a tendência de crescimento, totalizando 22,2 mil milhões de minutos (+4,7% do que no período homólogo).

Já o serviço fixo recuou ligeiramente, com menos 28 mil acessos telefónicos (-0,6%) e menos 399 milhões de minutos de conversação (-4,5%), depois de um período de crescimento contínuo entre 2008 e 2012.

O acesso à Internet de banda larga apresentou uma evolução positiva, crescendo a um ritmo médio anual de 8,1% entre 2010 e 2013, com os acessos móveis a representarem 61,5% do total.

O número de assinantes do serviço de televisão por subscrição (incluindo cabo, satélite e fibra ótica) aumentou 1,6% em 2013, com mais 49,4 mil clientes.

Já o volume de tráfego postal diminuiu 6,2%, tendo sido enviados 889,8 milhões de objectos no ano passado.

Os quase 20 mil postos, marcos, caixas e estações de correio que existiam em 2009 passaram para menos de 13 mil em 2013 (-9,5%). 

O sector das telecomunicações apresentou um volume de negócios de 6,1 mil milhões de euros em 2013 (-3,2% do que em 2012), enquanto nas actividades postais e de 'courier' houve um subida ligeira de 1,3%, para 875,5 milhões de euros.

Lusa/SOL