Desporto

Ronaldo vale o triplo do onze arménio

O segundo episódio da era Fernando Santos encerra um duplo desafio para a Selecção nacional: hoje é dia de receber a modesta Arménia, no Estádio Algarve, em jogo de qualificação para o Euro-2016 (19h45, RTP 1); e na terça-feira o adversário é a poderosa Argentina, num particular em Old Trafford em que se joga para o prestígio.

Portugal recebe hoje a Arménia no Algarve JOSE SENA GOULAO/LUSA

A Arménia não vai além do 75.º lugar na cotação da FIFA – Portugal surge em nono – e conta com apenas dois jogadores com estatuto no futebol europeu: o avançado do Spartak Moscovo Yura Movsisyan, avaliado em 10 milhões de euros, e o médio ofensivo do Borussia Dortmund Henrikh Mkhitaryan, contratado ao Shakhtar Donetsk por 28 milhões de euros. Os dois juntos perfazem a quase totalidade do valor de mercado do onze-tipo da equipa (40 milhões de euros). 

Sozinho, de acordo com os dados do site especializado transfermarkt, Cristiano Ronaldo vale o triplo: 120 milhões (o mesmo do que Messi). Como ponto de comparação, note-se que os onze jogadores que Fernando Santos utilizou no último jogo, na Dinamarca, atingem uma verba global de 240 milhões, seis vezes mais do que os arménios – mas abaixo dos 318 milhões dos argentinos.  

Nada que desvie o foco do seleccionador nacional. Ciente dos famosos dissabores perante equipas de baixo calibre, Fernando Santos já veio alertar para a necessidade de Portugal se centrar no jogo de qualificação, de forma a dar sequência à vitória alcançada em solo dinamarquês.

“Temos muita tendência para desvalorizar este tipo de equipas, mas é bom não esquecer que a Arménia esteve a ganhar na Dinamarca até aos 72 minutos”, sublinhou, apontando o objectivo prioritário para estes dias: “Esqueçam a Argentina. É uma questão de prestígio, mas não me interessa o que o mundo vai pensar. Eu quero é estar no Europeu em França e a nossa responsabilidade é ganhar à Arménia”. 

De sexta a terça-feira, Portugal vai do oito ao oitenta no que toca a adversário e mediatismo, mas é o jogo de hoje que rende pontos. E a verdade é que Portugal só poderá desfrutar do duelo com os argentinos se levar na bagagem para Manchester uma vitória sobre os arménios.

rui.antunes@sol.pt