Vida

Vacina contra o ébola com primeiro teste eficaz

A ‘corrida’ pela primeira vacina eficaz contra o ébola parece ter ultrapassado uma fase importante de testes. 

Concebida pelo Instituto Nacional de saúde dos EUA em conjunto com uma empresa farmacêutica, a vacina foi testada num grupo de 20 voluntários humanos, ao abrigo da excepção aberta pela OMS devido à urgência de conter a epidemia, com resultados animadores. 

O objectivo deste ensaio – publicado hoje no New England Journal of Medicine – consistia em perceber, antes de mais, se o tratamento tinha efeitos secundários. Às dez das duas dezenas de voluntários sãos foi ministrada uma dose maior. Em qualquer dos casos, a dosagem não afectou qualquer dos pacientes, que passaram a ter imunidade contra o vírus. As variantes inoculadas foram as conhecidas como Zaire – hoje RD do Congo, o local de origem dos primeiros casos, em 1976 – e Sudão, país que registou o segundo surto, também de grandes dimensões. 

No entanto, alertam os especialistas envolvidos, esta versão da vacina ainda terá de passar por mais duas fases até poder ser disponibilizada.

ricardo.nabais@sol.pt