Vida

Bradley Cooper revela tudo sobre o passado de alcoolismo

Está no topo do mundo, e é por isso mesmo que o actor norte-americano Bradley Cooper escolheu este momento para falar de quando estava no fundo.

Numa grande entrevista a publicar na edição de Janeiro da Vanity Fair, a estrela de Hangover, A Golpada Americana e Guia Para Um Final Feliz aborda o passado de adição ao explicar porque se preparou para American Sniper, para um papel que exigiu um ganho de 14 quilos de músculo, sem recorrer a estimulantes ou esteroides.

“Fi-lo naturalmente porque estou sóbrio há 10 anos e não quis ‘meter’ nada”, afirma. “Tive uma conversa franca. Conseguiria fazê-lo em três meses naturalmente? Conseguiria ganhar 14 quilos de músculo? Não fazia ideia. Graças a Deus, felizmente, o meu corpo reagiu rapidamente”.

Cooper, hoje com 39 anos, não bebe desde os 29. A luta contra os vícios foi abalada, e ao mesmo tempo fortalecida, pela perda do pai: “Perder alguém tão próximo. Sentir o amor e a perda… sabes o que é importante”.

Bater no fundo, explica, ajudou-o a perceber que “no final de contas, tudo o que tens é a ti mesmo”.

“É aí que páras de tentar ser alguém que achas que os outros querem que tu sejas. O algo que tu achas que te dará aquilo que tu precisas. À medida que envelheces, graças a Deus, o teu corpo degrada-se, mas a tua alma floresce de algum modo”, conta à Vanity Fair.

O actor recorda ainda o difícil percurso até Hollywood e o momento de viragem na carreira. Foi em 2006, quando teve a oportunidade de participar numa produção da Broadway com Julia Roberts e Paul Rudd. “Se as coisas não corressem bem, então teria a certeza de que aquilo não seria vida para mim”, conta, revelando que tinha já planos para regressar à universidade, fazer um doutoramento em língua inglesa e dar aulas de literatura.

Mas as coisas correram bem. Tão bem que Cooper é hoje um dos actores mais bem pagos do mundo e conta já com duas nomeações para um Óscar. E a expectativa é enorme em relação ao próximo papel, em American Sniper, de Clint Eastwood.