Cultura

Fruta ou chocolate

No Porto há cinema a rodos. Há a saudar a edição de estreia do Porto/Post/Doc, uma espécie de Doclisboa (não por acaso, alguns dos 52 filmes a projectar até dia 13 foram mostrados na capital). Rivoli, Passos Manuel e Maus Hábitos são os espaços que acolhem o “laboratório do real” que este festival de documentário pretende ser. 

Acabadinha de sair, uma gravação ao vivo dos Xutos DR

Também no Porto prossegue a partir de segunda-feira o Douro Film Harvest, que neste fim-de-semana se divide entre Santa Marta de Penaguião e Sabrosa. Nesta edição, Oliver Stone é o homenageado.  

Da Invicta chega-nos hoje um novo tema dos GNR, ‘Cadeira Eléctrica’:

Mas em matéria de música, há em Lisboa uma proposta irresistível: os Batida, de Pedro Coquenão, que apresentam nesta sexta, no Musicbox, o seu novo álbum, Dois. Um cheirinho desta batida irresistível: 

No sábado, o Teatro Thalia recebe o primeiro concerto do ciclo As três idades de Mozart . Jorge Moyano, ao piano, e a Orquestra Metropolitana interpretam peças de compositores cujas criações são datadas de 1777: Mozart, Gluck, Haydn, Cimarosa e Myslivecek. 

Cristina Branco termina no CCB a digressão de Idealist. É na quinta-feira e conta com as participações de Camané e Manuela Azevedo. 

No que toca a edições, não há como enganar, o Natal está à porta. Acabadinhas de sair, duas gravações ao vivo para os fãs de Leonard Cohen e dos Xutos & Pontapés. Do canadiano temos o registo de um concerto em 2013. “Live in Dublin” mostra, em 3 CD e um DVD, um Cohen à beira dos 80 anos, em forma e bem-humorado. Um pouco mais novos, os músicos dos Xutos comemoraram 35 anos de carreira em 2014. O espectáculo – o maior de sempre do grupo –  decorreu em Março, no Pavilhão Atlântico (agora com um nome comercial). O resultado está em “35”, que tem quase tantos temas quanto os anos de carreira, e faz uma retrospectiva que engloba alguns dos temas mais antigos, como Sémen, aos hinos como Remar, Remar, Contentores, ou A Minha Casinha, até aos temas mais recentes, como Tu Também.

Por fim, o mais recente livro de Gonçalo M. Tavares. Em “Uma Menina está Perdida no seu Século à Procura do Pai” (um título à la Lobo Antunes) temos um homem, Marius, que encontra no meio da rua Hanna, uma menina com síndrome de Down, e que procura o pai. Segue-se uma viagem até Berlim na qual Tavares nos apresenta uma série de personagens bizarras e fascinantes.

cesar.avo@sol.pt