Politica

Passos deixa mensagem de esperança para 2015 [vídeo]

Num tempo de antena que hoje será transmitido pela RTP, Pedro Passos Coelho mostra-se optimista e confiante de que 2015 será “um ano de recuperação económica, de criação de emprego, de possibilidade de ter recuperação de algum rendimento e de ter uma esperança redobrada no futuro”.


Assumindo que “ainda há muito trabalho pela frente”, o PSD fala em “orgulho” e faz um um balanço muito positivo do ano que está prestes a terminar e em que o Governo cumpriu o memorando da troika “e saímos sem ajudas”, aumentou o salário mínimo depois de quatro anos de congelamento e aumentou pelo quarto ano consecutivo as pensões mínimas.

Ao longo do filme de propaganda dos sociais-democratas surgem vários cidadãos anónimos com mensagens confiantes de que este será um Natal “bem mais feliz, com mais presentes e uma mesa mais cheia” ou a afirmar que “os portugueses têm melhores condições no ensino e no emprego”.

Ainda no balanço de 2014, o PSD sublinha que “há 20 meses consecutivos que o desemprego desce e foram criados mais 95 mil postos de trabalho”, “a economia e as exportações continuam a crescer” e, quanto a 2015, “vamos ter o défice mais baixo dos últimos 40 anos”.

O líder do PSD afirma que 2014 “foi um ano decisivo” e admite que os anos que ficam para trás “foram anos de grandes dificuldades” mas sublinha que também ficaram “sementes importantes de reforma para o futuro”. E, reforça, “agora precisamos de tirar o máximo proveito de todo esse esforço que fizemos, de todas as reformas que lançámos, para criar uma expectativa mais material ao alcance da maioria dos portugueses”.

No tempo de antena dedicado ao fundador Francisco Sá Carneiro, em que o PSD aproveita para desejar um Feliz Natal aos portugueses, Passos apela ainda ao sentido “responsabilidade” e a algum “comedimento” para que os portugueses possam “pisar um chão seguro com confiança para que 2015 seja não apenas um ano de recuperação mas um ano em que os portugueses possam sonhar mais alto e em que o país possa recuperar mais fortemente de todas as dificuldades por que passou”.

sofia.rainho@sol.pt

 

Os comentários estão desactivados.