Desporto

Bactérias resistentes assombram Jogos Olímpicos no Rio

Uma ‘super-bactéria’ geralmente encontrada em resíduos hospitalares foi encontrada nas águas da Baía de Guanabara, perto da Praia do Flamengo, onde se vão disputar as provas de vela e de windsurf dos próximos Jogos Olímpicos, em 2016. O presidente da câmara, Eduardo Paes, já admite que a meta traçada na candidatura aos Jogos – segundo a qual a cidade se comprometia em reduzir a poluição das águas a 80% - não será cumprida.

O problema, na verdade, é endémico. Cerca de 70% dos resíduos sólidos da cidade, que conta perto de dez milhões de habitantes, são despejados sem qualquer tratamento na Baía da Guanabara. As praias desta região, como as famosas do Flamengo e de Botafogo, estão vedadas a banhos há anos, mas muitos banhistas ignoram os avisos.

A bactéria encontrada nas análises mais recentes produz uma enzima conhecida como KPC e é resistente a antibióticos. As autoridades ainda estudam formas de a combater e que cuidados-extra vão ser necessários para os atletas em prova, segundo a BBC Online.   

ricardo.nabais@sol.pt