Politica

Ministra da Justiça vai sair do Governo mesmo que PSD vença eleições

Paula Teixeira da Cruz afirmou que este será o último Natal como Ministra da Justiça. Uma afirmação feita num almoço para celebrar esta quadra, realizado no passado dia 12 de Dezembro, avança o Diário de Notícias.


Os vários representantes do ministério da Justiça presentes no almoço interpretaram o discurso da governante como “um discurso de adeus”, uma vez que não irá continuar a tutelar a pasta da Justiça, mesmo que o PSD vença as eleições legislativas no próximo ano.

"Foi claramente um almoço do adeus, um acabar de um ciclo que a ministra está desejosa de terminar há já muito tempo", explicou uma fonte próxima da ministra, presente no encontro, ao DN.

Paula Teixeira da Cruz não tenciona, porém, apresentar a demissão antes do final da legislatura, em Outubro de 2015.

Recorde-se que o sistema informático dos tribunais, Citius, colapsou, a 1 de Setembro, provocando o caos nos tribunais de todo o país. A Procuradora-Geral da República (PGR) chegou a abrir uma investigação, depois de a ministra ter enviado um relatório por suspeita de sabotagem. A PGR, porém, não encontrou indícios de crimes.

"Estou aqui para acabar de cumprir a minha agenda e exercer as minhas responsabilidades", dizia a ministra em Outubro deste ano.

Segundo o DN, Paula Teixeira da Cruz terá apresentado a demissão ao primeiro-minsitro mas Pedro Passos Coelho terá convencido a ministra a manter-se no Governo.

Os comentários estão desactivados.