Internacional

131 pessoas foram resgatadas do ferry italiano que se incendiou

131 das 478 pessoas a bordo do ferry italiano, que se incendiou este domingo na costa da Grécia, foram salvas pelas equipas de resgate.

O ferry ‘Norman Atlantic’ saiu hoje do porto grego de Patras às 05h30 (03h30 em Lisboa), em direcção ao porto italiano de Ancona. Estava a 48 milhas a noroeste da ilha grega de Corfu quando enviou um pedido de ajuda, às 4h30 (hora local)

Das 131 pessoas, 66 foram colocadas em embarcações a motor que participam no resgate e 26 foram retiradas pelo helicóptero da marinha italiana, avança o Corriere della Sera.

Um helicóptero da Força Aérea grega tentou repetidamente salvar duas pessoas que caíram de uma saída de emergência e ficaram presas na linha de água, à mercê de ondas de seis metros.

A Grécia, a Itália e a Albânia estão envolvidas na operação de resgate. Segundo o porta-voz da guarda-costeira grega, a chuva intensa estava a dificultar a operação - tal como os ventos fortes com rajadas de 100 quilómetros por hora – mas ajudaram a abrandar o incêndio, que continua a deflagrar.

Sete navios mercantes têm cercado o ferry numa tentativa de o proteger da força dos ventos, enquanto quatro navios de combate a incêndios gregos e italianos foram para o local.

“Estamos a fazer os possíveis para salvar as pessoas que ainda estão a bordo. Este é um dos mais complicados resgates que já fizemos”, referiu o ministro dos Transportes marítimos grego, Miltiadis Varvitsiotis à Reuters.

Segundo o Ministério do Mar grego, entre os passageiros estão 268 gregos, sendo a tripulação constituída por 22 italianos e 34 gregos.

O incêndio deflagrou, aparentemente, na zona reservada aos veículos, onde estavam 195 automóveis, mas o calor atingiu rapidamente todo o navio. Até ao momento, não há registo de feridos. Entretanto, vários passageiros molhados e enregelados amontoam-se no deck superior e na ponte do navio e relatam o seu terror às televisões gregas através de contactos via telemóvel.

Um dos passageiros, entretanto resgatado para outro navio, contou à televisão grega Mega que chegou a sentir os sapatos a derreterem.

O ferry "Norman Atlantic", de bandeira italiana, é operado pela companhia grega Anek, que durante a manhã de domingo permanece incontactável.

*com Lusa