Sociedade

Dadores de sangue rejeitados por má alimentação

A Associação de Dadores de Sangue do Concelho de Mafra revelou hoje que o número de dádivas reduziu este ano face a 2013, por terem aumentado os dadores rejeitados uma vez que registavam níveis baixos de hemoglobina, em resultado de uma má alimentação.

"A população não está bem, tem níveis baixos de hemoglobina e isso é sinal de que não se alimenta bem", explicou o presidente da associação.

A associação registou este ano entre 2500 a 2600 dádivas de sangue, oriundas de três mil dadores e de um total de 60 colheitas. A associação teve uma quebra de dádivas entre 8 a 10% relativamente ao ano passado.

Lusa/SOL