Internacional

As previsões que a CIA fez para 2015

Em Dezembro de 2000, o jornal britânico Telegraph publicou um artigo com as previsões da agência de inteligência civil norte-americana CIA.

Aqui estão elas:

“Os assuntos internacionais vão ser determinados por grandes organizações e não pelos governos”: Basta ver o que aconteceu em 2014 com o caso do Estado Islâmico e dos hackers da Coreia do Norte. Fenómenos como estes podem continuar a preocupar em 2015.

“Entre hoje e 2015 as tácticas terroristas vão tornar-se muito mais sofisticadas e criadas para destruir em massa”: Passados uns meses, ocorreu o 11 de Setembro. E, hoje em dia, os grupos terroristas conseguem até armadilhar pássaros.

“O Iraque e o Irão vão desenvolver mísseis de grande alcance num futuro próximo. O Irão poderá começar a testar este tipo de armas no próximo ano”: Verdadeiro e falso. O Irão pode estar a trabalhar num míssil balístico intercontinental, mas ainda não o testou.

“A população mundial vai passar a ser de 7.2 mil milhões de pessoas”: É verdade. 

“Os recursos energéticos vão ser suficientes para a procura existente": Confirma-se. De acordo com a Business Insider, existem até empresas que estão a cancelar a procura de mais gás natural porque existe petróleo suficiente.

“A economia chinesa vai crescer de tal forma que vai ultrapassar a Europa”: Segundo o site referido anteriormente, a China até já ultrapassou os Estados Unidos.

“A Europa não vai alcançar o seu sonho de estar em ‘pé de igualdade’ com os Estados Unidos no que diz respeito ao sistema económico global”. É verdade. E os portugueses, gregos e outros povos atingidos pela austeridade que o digam.

“A sida, a fome e a agitação económica e política vão fazer com que vários países africanos percam população”: Tal não aconteceu. A população no continente africano passou de 800 milhões em 2000 para 1.1 mil milhões em 2014, lê-se no site do Yahoo.