Internacional

Hollande diz que país "será capaz de resistir a todas as provas"

O presidente francês, François Hollande, afirmou hoje que o país está "em choque" com o atentado terrorista de quarta-feira mas garantiu que "a França será capaz de resistir a todas as provas".

Hollande diz que país "será capaz de resistir a todas as provas"

Hollande falava hoje no Ministério do Interior, onde foi acompanhar a operação policial em curso em Dammartin-en-Goële, ba região de Seine-et-Marne, nos arredores de Paris, onde a polícia cercou dois suspeitos do ataque à redação do jornal satírico Charlie Hebdo, que fez 12 mortos e vários feridos graves.

"A França está em choque, sobretudo porque os autores deste acto ainda não estão detidos. As operações estão em curso", declarou.

Depois de falar sobre a participação de França na coligação internacional para travar o grupo autodenominado Estado Islâmico e na intervenção militar de França no Mali, o presidente francês declarou ainda:  "Há também ameaças a partir do interior. Sabemos há meses que havia tentativas, desmantelámos várias. Houve muitos atentados que conseguimos travar e há outros que podem acontecer".

O chefe de Estado francês anunciou que vai haver uma reunião de ministros do Interior no próximo domingo, sublinhando a manifestação da "solidariedade internacional".

Hollande acrescentou que pretende "garantir a segurança das manifestações que têm acontecido", incluindo a marcha do próximo domingo.

Cerca das 8:40 horas de hoje (07:40 horas em Lisboa), os dois suspeitos levaram, através da força, um veículo, um Peugeot 206, a uma mulher na localidade Montagny-Sainte-Félicité, no departamento de Oise, que os identificou como os irmãos Kouachi. (Acompanhe aqui o desenvolvimento da operação)

Lusa/SOL

Ponto de situação:

1 - Terror em França: suspeitos barricados e com um refém

2 - Tiroteio em Paris: Sequestrador exige libertação dos irmãos Kouachi

TGV evacuado após ameaça de terrorismo

4 - Morte de mulher polícia relacionada com atentado ao Charlie

5 - Hollande diz que país "será capaz de resistir a todas as provas"

6 - Paris: 'Tenho um filho de 7 anos na escola e nem sei se o posso ir buscar à noite'

 

Os comentários estão desactivados.