Economia

Accionistas da PT reunidos para decidir suspensão da venda à Altice

Os accionistas da PT SGPS já estão reunidos em Picoas, Lisboa, para decidirem se suspendem a votação da venda da PT Portugal à Altice. Os franceses donos da Cabovisão oferecem 7,4 mil milhões de euros pela dona do Meo e do Sapo.

Os trabalhos arrancaram agora, estando agendado para as 15h. Rafael Mora, da Ongoing, e o presidente do Conselho da Administração da PT SGPS, Mello Franco, chegaram por volta das 15h20.

O presidente da mesa, Menezes Cordeiro, chegou poucos minutos depois. 

Nenhum quis prestar declarações antes de serem conhecidos os resultados da AG.

Uma reunião que se prevê tensa tendo em conta que nos últimos dias houve varias vozes contra a realização da mesma. O supervisor do mercado (CMVM), o presidente da mesa, Menezes Cordeiro, e o sindicato da PT foram alguns dos críticos

Em causa está a falta de informação disponibilizada pela PT SGPS aos accionistas para poderem decidir a venda à Altice.

Hoje, em comunicado enviado à CMVM, a PT SGPS informou que a assembleia-geral iria realizar-se, mas os accionistas podem suspender os trabalhos. Caso optem por esta medida, uma nova AG será agendada após 21 dias.

A PT SGPS informou ainda que no sábado enviou a restante informação pedida à CMVM.

A reunião acontece na semana a seguir à PJ ter realizado buscas à sede da PT SGPS no âmbito dos investimentos da empresa no Grupo Espírito Santo (GES).

sara.ribeiro@sol.pt