Sociedade

Lisboa inaugura amanhã uma unidade integrada para sem abrigo

Nasce amanhã em Lisboa uma unidade de apoio às pessoas sem-abrigo. O novo espaço de atendimento, que funcionará no Cais do Sodré, reúne as 16 entidades da cidade que lidam com esta população e permitirá um atendimento mais completo e centralizado, evitando que os sem abrigo tenham de bater a sucessivas portas. Esta centralização do atendimento é também uma forma de evitar que as instituições que trabalham nesta área dupliquem apoios e esforços.

A Unidade de Atendimento à Pessoa Sem Abrigo será gerida pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa mas funcionará num edifício da câmara, juntando também a Segurança Social e as outras entidades que têm respostas dirigidas aos sem-abrigo. “Para o atendimento e acompanhamento da pessoa sem abrigo todas as instituições em conjunto irão garantir avaliação e a gestão de casos de acordo”, garante em comunicado a Santa Casa da Misericórdia.

Nos últimos anos, a população sem-abrigo tem aumentado na cidade de Lisboa e é composta, essencialmente, por homens, muitos dos quais com vários problemas associados, desde o desemprego ao consumo de álcool e drogas.

O novo espaço de atendimento está dividido em dois pisos e foi equipado com uma recepção, sala de espera, sala de enfermagem, balneário, um banco de roupas e seis salas de atendimento, uma das quais com um espaço para crianças.

No piso de cima foram instalados os gabinetes para os técnicos das diferentes instituições, nomeadamente a Associação Crescer na Maior, a Associação dos Albergues Nocturnos de Lisboa, a Associação para o Estudo e Integração Psicossocial, a Associação de Recuperação de Toxicodependentes Ares do Pinhal, CAIS – Associação de Solidariedade Social, Centro de Apoio ao Sem-Abrigo, o Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa, o Centro Social do Exército de Salvação, o Centro Social Paroquial de São Jorge de Arroios, a Comunidade Vida e Paz, a Fundação AMI – Assistência Médica Internacional, a Médicos do Mundo, o Movimento Serviço da Vida, a Novos Rostos Novos Desafios, a ORIENTAR – Associação de Intervenção para a Mudança, e a VITAE – Associação de Solidariedade e Desenvolvimento Internacional.

rita.carvalho@sol.pt