Vida

Menino de quatro anos recebe pâncreas artificial

Xavier Hames, um menino australiano de quatro anos que sofre de diabetes tipo 1, recebeu um pâncreas artificial que identifica quando os níveis de açúcar estão perigosamente baixos, parando de imediato o fornecimento de insulina, avança o site australiano ABC.

Menino de quatro anos recebe pâncreas artificial

Este procedimento inédito vai permitir que o menino deixe de viver em risco constante de hipoglicémia, que acontece quando os níveis de glicose baixam ao ponto de provocar convulsões, coma ou mesmo a morte. O dispositivo é uma espécie de bomba que gere o fornecimento de insulina através de um tubo sob a pele.

Tim Jones, o médico do Hospital Princess Margaret, em Perth, Austrália, responsável pelo procedimento, explica que este dispositivo vai facilitar muito a vida das crianças diabéticas e a dos pais, especialmente durante a noite em que o risco de hipoglicémia é maior. “A maioria dos pais tem de se levantar duas ou três vezes durante a noite para medir os níveis de glicémia. Com este sistema podem dormir descansados, pois sabem que será detectada uma baixa repentina”, diz.

O médico salienta que esta técnica não é exclusiva para crianças e que pode ser usada por adultos que vivam sozinhos ou que tinham risco elevado de hipoglicémia.

notícia corrigida às 13h20

Os comentários estão desactivados.