Vida

Taxistas sul-coreanos fartos de passageiros que vomitam

Duas associações de taxistas da capital da Coreia do Sul acordaram com as autoridades de Seul uma multa para aplicar aos passageiros que vomitam no interior do veículo. A multa, que junta 122 euros ao valor da viagem, entra em vigor no domingo, dia 1 de Fevereiro, e é a última cartada numa longa batalha dos taxistas sul-coreanos.

Segundo notícias do país, a cultura coreana promove muito o consumo de álcool entre colegas de trabalho e amigos, sendo recorrentes os casos de pessoas a vomitar na rua, ou dentro dos táxis, em consequência de excessos. Os taxistas, que se queixam das dificuldades em limpar a sujidade e eliminar o odor, são ainda acusados por outros clientes pelo cheiro que ainda fica no carro.

As associações de taxistas esperam que a multa agora imposta ajude a reduzir o problema e até a modificar o comportamento das pessoas em termos de consumo exagerado de bebidas alcoólicas. E quem recusar pagar os 122 euros pode ver a conta subir bastante mais, estando prevista uma multa máxima acima dos 600 euros.

Num inquérito efectuado por uma das associações de taxistas de Seul no ano passado, citado pelo jornal The Korea Times, perto de metade das 25.631 reclamações feitas pelos próprios condutores – 10.892, 42,5% – estavam relacionadas com passageiros a vomitar nos táxis. Foi a maior queixa dos taxistas, seguida da recusa de sair do veículo, recusa de pagar a tarifa, estragos feitos no interior do táxi e  pagamentos com dinheiro ou cartões de crédito falsos. O inquérito foi feito a quase 5.000 taxistas.

emanuel.costa@sol.pt