Sociedade

Hackers reclamam ataque à comissão da carteira de jornalistas

O grupo Anonymous Portugal reclamou hoje um ataque à página da internet da Comissão da Carteira Profissional de Jornalista. O grupo de piratas informáticos diz ter tido acesso a mais de 470 mil documentos da comissão e copiado 322 e-mails e passwords de jornalistas entre outros.

A reivindicação foi feita através de declarações ao site Tugaleaks. Alguns desses nomes e e-mails foram publicados no site de partilha de documentos Pastebin.

Ao SOL a Comissão da Carteira Profissional de Jornalista admite que “pode ter havido um acesso indevido” à sua página, permitindo “a visualização e eventual cópia/reprodução de documentos digitalizados nela arquivados”. Mas a avaliação feita pelo organismo em conjunto com a empresa informática que lhe presta assessoria “não confirma que tenha sido conseguido o acesso aos registos informáticos individuais dos jornalistas”, como foi divulgado pelo grupo de piratas informáticos.

Segundo a CCPJ a lista de usernames e passwords divulgados pelos hackers não existiam na sua base de dados e “foram criados pelos suspeitos”. A Comissão vai apresentar queixa-crime ao Departamento  de Investigação e Acção Penal.

joana.f.costa@sol.pt