Politica

João Galamba considera declarações de Juncker ‘positivas, mas tardias’

O deputado do PS João Galamba considerou hoje "positivo, embora tardio", o reconhecimento pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, de que a 'troika' "pecou contra a dignidade" de portugueses, gregos e também irlandeses.

"[As declarações de Juncker] parecem indiciar que a actual União Europeia (UE) tem consciência do facto, isso é positivo. Torna-me mais optimista sobre as negociações que estão agora em curso com a Grécia e é uma excelente oportunidade para a Europa fazer finalmente um diagnóstico sobre a estratégia implementada nos últimos anos", disse o deputado socialista, em declarações à agência Lusa.

Jean-Claude Juncker afirmou segunda-feira que a 'troika' "pecou contra a dignidade dos cidadãos na Grécia, Portugal e muitas vezes na Irlanda também", reiterando a necessidade de rever o modelo, para não se repetirem os mesmos erros.

Para João Galamba, as declarações de Juncker perante o Comité Económico e Social traduzem "aquilo que é mais evidente para um número crescente de pessoas", nomeadamente de que a estratégia seguida nos países sob intervenção externa foi "um erro".

"Não resolveu o problema da dívida, agravou a crise, criou problemas sociais gravíssimos que, no caso grego, atingiram um nível tal que podemos quase falar numa crise humanitária", sustentou.

Lusa/SOL