Desporto

Jogadores do River não foram felizes na Bolívia. Nem com viagra

Não correu da melhor maneira o regresso do River Plate à Taça Libertadores. Os argentinos foram derrotados pelo San José (2-0), na Bolívia. E nem o viagra ajudou.


É, de todo, invulgar, mas o River não olhou a meios para tentar superar as dificuldades inerentes aos mais de 3.750 metros de altitude em que se jogou a partida.

Face à rarefacção de oxigénio, a equipa médica dos argentinos resolveu dar viagra aos jogadores. É que embora o medicamento seja utilizado para combater a disfunção eréctil, também tem a capacidade de estimular a circulação de oxigénio no sangue.

O problema é que nem assim o River Plate conseguiu 'ser feliz' na Bolívia.

Ainda esta semana, o médio brasileiro Anderson – que alinhou pelo FC Porto e Manchester United e agora representa o Internacional – também sentiu dificuldades na deslocação a La Paz, na Bolívia. As imagens falam por si: