Tecnologia

Novas regras para a Internet

Os reguladores norte-americanos aprovaram hoje novas regras para a Internet que pretendem evitar que os servidores de banda larga separem a velocidade e o tráfego "online".

A Comissão Federal para as Comunicações dos Estados Unidos fez aprovar, por três votos contra dois, a medida "net neutrality", após um intenso debate em Washington em que participaram os defensores de serviços como a Nerflix, Twitter e Yelp contra as posições demonstradas pelos servidores como a AT&T e a Verizon.

A medida, que põe termo a negociações que se prolongam há vários anos, estabelece como novo padrão um tráfego igual para toda a Internet, evitando que as companhias cobrem taxas adicionais por melhores e mais rápidos acessos.

Os defensores da medida afirmam que agora os utilizadores têm à disposição total navegação na Internet, mas os detractores do novo regulamento dizem que o Governo vai ficar com mais controlo sobre todo o sistema.

O presidente da comissão, Tom Wheeler, disse que o plano vai promover a Internet livre e aberta onde a largura de banda encontrava obstáculos.

"A Internet é a mais avançada ferramenta da liberdade de expressão", disse Wheeler, antes da votação.

Um outro membro da comissão, Migon Clyburn, disse que a medida "concede a ricos e pobres a mesma possibilidade de acesso" à Internet.

Lusa/SOL