Internacional

Pais reencontram filha raptada há 17 anos

Uma família reencontrou a filha, que foi raptada 17 anos antes, apenas três dias depois de ter nascido, num hospital em Cape Town (África do Sul). 

Quem descobriu Zephany Nurse, a criança que foi retirada dos braços da mãe enquanto esta dormia no hospital, foi a sua irmã mais nova, explica o Telegraph. Ambas estudavam na mesma escola e os alunos repararam na incrível semelhança entre as duas crianças.

Quando Cassidy Nurse contou aos pais, Morné e Celeste, sobre essa estudante mais velha, decidiram convidá-la para ir beber um chá em sua casa depois das aulas.

“Quando a Zephany conheceu a irmã, houve uma ligação incrível e tudo começou aí”, explicou Celeste a uma rádio local, citada pela BBC.

Depois do encontro, o casal entrou em contacto com a polícia que confirmou que Zephany era efectivamente sua filha, através de testes de ADN.

A adolescente encontra-se actualmente a cargo da segurança social e está a receber apoio psicológico, adianta a BBC.

As autoridades detiveram uma mulher de 50 anos que alegadamente mudou o nome da adolescente e criou-a como sendo sua filha. A suposta raptora era casada, não tinha mais filhos e vivia apenas a alguns quilómetros de distância da família biológica de Zephany.

Na sexta-feira, a mulher foi presente a tribunal e é acusada de diversos crimes, entre os quais sequestro e fraude. Ficará detida até à próxima audiência, agendada para 6 de Março.

“O seu aniversário é no dia 28 de Abril. Este ano vamos poder celebrar com ela. Vai ser o seu primeiro aniversário connosco e temos de planear algo em grande”, afirmou a mãe à rádio local.