LifeStyle

À prova de tudo

Quando nada o fazia prever caiu uma chuvada durante a noite que transformou as estradas em rios; as encostas descarregaram lama como se de vulcões se tratassem; e aqui e ali uma pedra ou um tronco ameaça a viagem até ao centro da cidade. Para a maioria das pessoas este drama de Inverno só acontece algumas vezes por ano, mas é bom saber que vamos conseguir chegar ao destino, independentemente do que aconteceu 'lá fora'. É nestas alturas que um Range Rover entra em acção. Não há modelo SUV que torne a condução tão fácil em situações complicadas e que permita, ao mesmo tempo, vestir o melhor fato ou vestido sem preocupações, com todo o conforto.

 

Se a versão clássica ostenta todo o luxo da marca britânica de veículos todo-o-terreno, o Sport fica só uns pontos abaixo. É mais curto, tem menos espaço e um menor equipamento de série, mas oferece uma versatilidade superior e dá confiança a qualquer um, desde que não receie carros grandes.

Com 4,85 metros, o Sport é um gigante na mesma, e apresenta umas linhas exteriores mais desportivas do que o 'normal', com cinco metros. Além disso, apesar de ser mais curto, pode receber uma terceira fila de bancos... para ir 'salvar' aqueles amigos ou colegas de trabalho que não puderam tirar os 'carritos' de casa por causa do mau tempo. E não é necessário puxar alavancas ou arrastar bancos, basta carregar num botão para vê-los subir, individualmente.

Com um elevado nível de equipamento, bancos eléctricos, sistema de navegação, entrada USB ou sensores de luz, chuva e estacionamento tornam-se 'banais'. Tão ou mais importantes num SUV grande são os sistemas de segurança como o controlo de estabilidade, de travagem em curva, de descida ou arranque em declives, bem como a suspensão pneumática com vários níveis de altura, sendo o máximo activado automaticamente em caso de obstáculo, como uma pedra, para impedir que o carro assente o chassis.

Falar do Range Rover Sport sem referir o motor seria uma falha, ainda mais quando neste caso se trata do 'monarca' dos diesel da marca. Com 4,4 litros de cilindrada, 339 cavalos de potência e um binário de 740 Nm, o SDV8 é uma força imparável, que ataca a estrada (ou a falta dela) como uma locomotiva. A caixa automática de oito velocidades, com patilhas no volante, ajuda a manter a condução fácil e confortável. E o Terrain Response, o excelente sistema de controlo de tracção da Land Rover, garante que qualquer trilho é uma auto-estrada. 

emanuel.costa@sol.pt

Range Rover sport
    SDV8    
Motor    Diesel, 8 cilindros em V     
Cilindrada (c.c.)    4367    
Potência (cv/rpm)    339/3500    
Transmissão Integral, caixa auto de 8 vel.    
Compr./Larg./Altura (mm)     4850/1983/1780    
Peso (kg)     2398    
Velocidade máxima (km/h)    225    
Aceleração (0 a 100 km/h)    6,9    
Consumo misto (litros/100 km)    8,7    
Emissões CO2 (g/km)    229
Preço base (em euros)    129.223