Sociedade

Terrorismo: Suspeitos detidos em Portugal pertencem ao grupo Resistência Galega

Os dois alegados terroristas espanhóis, hoje detidos no aeroporto Francisco Sá Carneiro, na Maia, pertencem ao grupo terrorista Resistência Galega, disse à agência Lusa fonte do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).


O SEF confirmou hoje a detenção de dois alegados terroristas espanhóis, no aeroporto Francisco Sá Carneiro, na Maia, procurados pelas autoridades espanholas.

Em comunicado enviado à Lusa, o SEF adianta que a detenção ocorreu hoje de manhã naquele aeroporto, quando os dois espanhóis tentavam embarcar num voo para Caracas, Venezuela.

Um dos dois cidadãos, "procurados por terrorismo em Espanha", "foi identificado com passaporte venezuelano falsificado", acrescenta o SEF.

Os detidos serão agora ouvidos em tribunal.

Em Fevereiro, o ministro espanhol do Interior, Jorge Fernández Diaz, disse, em Lisboa, que o grupo terrorista Resistência Galega pretendia instalar uma base logística no norte do país, considerando "imprescindível" a colaboração com Portugal.

Após um encontro com a ministra portuguesa da Administração Interna, Anabela Rodrigues, o ministro espanhol adiantou que o grupo terrorista Resistência Galela, "uma organização muito pequena" e "não comparável à ETA", pretende "ter no norte de Portugal algum tipo de base logística".

Lusa/SOL