Vida

Adolescente faz contrato com amigo para matar a família

Um adolescente foi acusado de conspirar o homicídio da família, depois de ter “contratado” um colega de turma para assassiná-la.


O jovem de 14 anos da Florida (EUA) chegou mesmo a delinear um contrato, escrito à mão num papel e assinado pelo amigo, onde “encomendava” o homicídio do pai, da madrasta e o do irmão mais velho, em troca de cerca de 1.130 euros, explica o New York Daily News. O assassino deveria ainda simular um assalto que correu mal para justificar as mortes.

“Eu (nome do homicida) vou ser o assassino contratado de (adolescente) para assassinar (nomes da família) ”, pode ler-se no pedaço de papel. “Sei que se não cumprir o acordado, não me vão pagar. O valor em questão é de 1.200 dólares (cerca de 1.130 euros)”.

O adolescente tinha planeado com o amigo que, depois dos homicídios, iria sair do seu quarto e iria para casa de um vizinho, para chamar os serviços de emergência.

Este papel foi encontrado pelo pai na mala do filho, juntamente com uma faca. O amigo que assinou o contrato disse à polícia que achava que tudo não passava de uma brincadeira, e por isso não vai ser acusado de qualquer crime.

Quando o plano foi descoberto, o jovem ainda não tinha comprado uma arma nem tinha juntado dinheiro suficiente para que o seu colega de turma pudesse cometer os crimes.

Segundo as autoridades, o adolescente estaria deprimido, estava de castigo devido às más notas que teve e já há algum tempo que acumulava sentimentos de raiva contra a família.

O pai do jovem afirmou ainda que, em Abril de 2014, o filho tinha levado uma faca para escola e ameaçou os colegas.